sexta-feira, 27 de junho de 2014

"Os olhos são a porta do engano; duvide deles."


LIÇÃO 178

Deus é só Amor e, por isto, eu também.

1. (165) Que minha mente não negue os Pensamentos de Deus.
Deus é só Amor e, por isto, eu também.

2. (166) Eu estou encarregado das dádivas de Deus.
Deus é só Amor e, por isto, eu também.

*

COMENTÁRIO:

Explorando a LIÇÃO 178

"Deus é só Amor e, por isto, eu também."

As ideias que revisamos hoje fazem parte daquelas que, de acordo com o Curso, nesta primeira parte do livro de exercícios, têm por objetivo ajudar-nos a desaprender e a abandonar os ensinamentos do mundo. São elas: Que minha mente não negue os Pensamentos de Deus. e Eu estou encarregado das dádivas de Deus. E nós vamos praticá-las, seguindo a orientação do livro para esta revisão, envolvendo-as no pensamento: Deus é só Amor e, por isto, eu também.

Para o desaprender e o abandonar os ensinamentos do mundo é preciso que deixemos de dar ouvidos ao ego, à falsa identidade que pensamos ter e ser, e que não tem nada a ver com aquilo que somos na verdade. Isto é, quando nos voltamos para o falso eu - o ego - acreditando no que ele diz, e no pretenso poder que ele diz ter, para nos ajudar a enfrentar o mundo e nos sairmos vencedores, o que fazemos, na realidade, é negar os Pensamentos de Deus. Pois o ego só existe quando acreditamos que nossa mente se pode dividir e existir separada da Mente de Deus.

Quando damos crédito à orientação do ego, reforçamos a crença na separação e nos sentimos perdidos, vítimas de um mundo imenso e ameaçador, onde o perigo, a doença e a morte se escondem em cada encruzilhada, em cada beco, em cada ponto dos caminhos pelos quais precisamos passar. Mais ainda. Os outros são todos nossos inimigos prontos a nos atacar e matar, para tirar proveito do pouco que temos, esquecidos de que somos nós - cada um de nós é - os encarregados de todas as dádivas de Deus e de que nada nos falta e que nada nem ninguém pode tirar proveito de nada que tenhamos. E esquecidos também de que só temos, de fato, aquilo que damos. 

Em nossa loucura chegamos ao ponto de rezar para que Deus nos dê algumas coisas, ou que afaste de nós os males que Ele nunca criou e nem sabe que existe, uma vez que ele apenas diz SIM a tudo o que escolhemos. 

Joel Goldsmith, sim, ele mais uma vez, diz que para se chegar à verdadeira oração precisamos nos perguntar: "dou crédito a meus olhos [ou a qualquer dos meus sentidos], ou dou crédito aos místicos do mundo [à Voz por Deus em meu interior], àqueles que, pelo contato intuitivo com Deus, tiveram a revelação de que o mal no mundo não existe como uma realidade, e [de] que não há nenhuma lei de pecado e [de] enfermidade"?

Para ele, a oração verdadeira, a única que podemos fazer e que é eficaz, consiste em buscarmos aumentar em nós o desejo de nos tornarmos conscientes da realidade da presença de Deus. A única realidade que existe. A única presença que conta. 

Ou ainda como aquilo Curso diz, logo em sua introdução, ser seu objetivo, isto é, "remover os bloqueios à consciência da presença do amor", que é nossa herança natural.

Lembremo-nos, então, novamente de Guimarães Rosa que, citado outras vezes, diz: "Os olhos [e os sentidos todos, de forma geral] são a porta do engano; duvide deles..."

É para isso que praticamos. 

Às práticas?

3 comentários:

  1. O grande passo é sair do mundo mental criado por nós, com sua limitações baseadas nas leis materiais para entrar no mundo espiritual com o seu poder ilimitado e criativo. A grande dificuldade dessa transição é que acreditamos no bem e no mal.Sabemos que a luta contra pessoas do mal. doenças causadas pelo mal, e tudo mais, está na nossa mente. Somos nós que damos força para que tudo isso pareça real. Como diz, insistentemente, o Curso em Milagres há apenas uma força, um poder que é Deus. Só abrindo mão de tantos apegos, posição de vítima, culpas,perigos, erros, poderemos sintonizarmos no Espírito e receber a Graça. Criar essa consciência é papel para todos nós, pois só assim estaremos contribuindo para as grandes mudanças do Universo

    ResponderExcluir
  2. testando para voltar ao meu acesso...

    ResponderExcluir